Home / Prive Contos Eróticos / Prive Contos Eróticos – Meu Primo Pauzudo Me Iniciou!

Prive Contos Eróticos – Meu Primo Pauzudo Me Iniciou!

Isto aconteceu realmente comigo. Ah!que coisa mais inesquecível vou contat para voces.Eu já nesta idade,me interessava por machos,sentia arrepios quando eu estava com êles.
 
 
 
Gostava de ver quando olhavam para a minha bundinha,que era bem grande e arribitatinha,mas nunca tinha tido alguma experiência sexual.
 
Mas como um sonho esperado,veio do interior para estudar,meu primo. Êle ficaria em casa,até conseguir passar no vestibular.Era um rapaz alto e forte,bem queimado do sol.
 
Êle dormia no mesmo quarto que eu,pois tinha duas camas.
 
A primeira vez que eu vi êle nu,foi quando um dia veio do banho,enrrolado numa toalha,e tirou para se enxugar,quando entre as suas pernas,apareceu um caçetão enorme e grosso.Eu nunca tinha visto um pintão daquele tamanho.
 
Meu Deus!!fiquei olhando como que hipnotizado.Êle notou o meu desconforto,eu estava todo vermelho,e tremulo.Pois não era pra menos,era um caçete enorme e cabeçudo.Foi chegando perto de mim,com aquela tora pendurada entre as suas pernas,tinha no mínimo 1 palmo de comprimento em repouso,a cabeçona parecia um gogumelo,era lindo aquele pau.Mandou eu pegar,e eu não me fiz de rogado,pude sentir a sua grossura entre os meus dedos,algo ali iria acontecer,eu sentia isto.Seu caçetão cada vez ficava grandão e grosso.Mandou eu abrir a minha boquinha,no começo senti nojo,mas fui me acostumando,e mamava sem parar,quando fui premiado com um leite grosso e abundante.Meu cuzinho piscava sem parar.Vamos inaugurar êste buraquinho minha borboletinha?falou pra mim.Mas de que jeitoprimo?perguntei.Êste pintão não cabe no meu cuzinho!!é muito grandão!!Deixacomigo minha borboletinha,vou colocar bem devagarinho e voce vai gostar,tá bem?Hum!Hum!!eu disse.Mas voce promete que não vai doer?Me levou pra cama e mandou eu ficar com a minha bundinha bem arribitada,eu tremia de medo e desejo,meu cuzinho se contraia todo,estava úmido.Pegou um pote de vaselina,e começou a lambuzar o meu buraquinho,o gelado do gel,me dava arrepio.Foi quando senti uma pressão no meu buraquinho,aquela cabeçona estava pedindo passagem.Dei um grito de dor!!!Ai!!!!!!não vou aguentar êste pintão primo.È muito grosso,não vai entrar!!!È só passar a cabeça,primo,depois voce se acostuma,aguenta só um pouquinho,tà?Ai!!!!tá,respondi!!!Mas seja carinhoso!!!!Levantei bem a minha bundinha,como êle mandou.Começou a pincelar com a sua cabeçona,a minha bundinha,eu não aguentava mais,era êle que iria tirar o meu cabaçinho.Senti então a pressão no meu buraquinho,e num golpe só,atolou aquele caçetão no meu cuzinho,gritei de dor,mas era tarde para fugir.Sua cabeçona foi me arrombando,as minhas preguinhas iam se abrindo,centímetro por centímetro,eu ia engulindo aquele pintão.Eu estava realizando o meu lado feminino.Depois de várias estocadas,o meu cuzinho estava em brasa,ardia,mas já era gostoso.Mas como pra aliviar,a brasa do meu cuzinho,fui brindado com um jato leitoso abundante.Eu estava extenuado.Foi tirando o seu caçetão do meu cuzinho,senti na hora um vazio;Queria mais!!!Meu cuzinho,agora um cuzão,começava a ficar guloso.Depoi daquele dia a minha vida já não era a mesma.Foi assim que o meu primo garanhão,pauzudo me iniciou e tirou o meu cabaçinho.Era todo meu!!!Tem o dia seguinte,seguinte,seguinte!!Depois eu conto.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*